Skip to Content

Nike News

Your source for the latest NIKE, Inc. stories

Portugal Revela Nova Segunda Camisa para 2014

O novo segundo uniforme de Portugal para a temporada de 2014 é elegante e luxuoso, e traz o que há de melhor em inovação e performance.

“Criamos um estilo clássico e sofisticado para o segundo uniforme da seleção portuguesa, cujo visual transmite a elegância e o brilhantismo do futebol que garantiu a classificação do país para a Copa do Mundo no Brasil”, diz Martin Lotti, Diretor Criativo Global da Nike Futebol. 

Inteiramente branca, os designers criaram um aspecto refinado na camisa. Ela tem uma gola-padre azul exclusiva, com a barra das mangas da mesma cor. Nos dois lados do brasão da Federação Portuguesa de Futebol estão gravados os anos de 1914 e 2014, numa celebração do centenário da Seleção, também homenageado no uniforme principal. 

Por dentro da camisa, atrás do pescoço, uma etiqueta em forma de flâmula traz a Ordem de Cristo – a famosa cruz que homenageia a história das grandes navegações portuguesas. A cruz estampava as velas dos navios capitaneados pelos maiores exploradores de Portugal nos séculos XV e XVI.  

Os nomes e números nas costas das camisas são inspirados na antiga tipologia dos tradicionais outdoors portugueses. O resultado é uma fonte contemporânea em Art Déco.

O short do segundo uniforme é azul. O modelo tem um corte mais estreito e ajustado ao corpo, especialmente desenhado para facilitar os movimentos e aumentar o conforto. A parte central atrás do calção traz o tecido de ventilação que é marca registrada da Nike, auxiliando no resfriamento do corpo e no controle da umidade. As novas meias do segundo uniforme são brancas.

“O novo segundo uniforme causa grande impacto. O branco é muito elegante, mal posso esperar para vesti-lo”, afirma Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa. “Representar nosso país é a maior honra que um jogador pode ter, e estou ansioso para vestir esse uniforme e demonstrar meu orgulho de ser português. Tenho certeza de que este uniforme vai dar ao time a confiança necessária para ter um excelente desempenho em nome do nosso país”.

A camisa estará disponível no Nike.com e nas lojas de todo o Brasil a partir de 3 de abril, em duas versões: uma idêntica a dos jogadores, ao preço sugerido de R$ 349,90, e outra para torcedores, ao preço sugerido de R$ 229,90.

REVOLUÇÃO EM RESFRIAMENTO E CONFORTO

A tecnologia Dri-Fit, que extrai o suor do corpo para fora do tecido, para evaporação mais rápida, está presente em todas as peças. A temperatura do corpo, medida em testes que indicaram as áreas de maior aquecimento quando em movimento, é regulada pelas zonas de ventilação. Essas áreas são compostas por pequenos furos cortados a laser, que vão das axilas até o quadril, e garantem que o ar circule para manter o conforto. Elas também estão presentes na parte de trás do calção, ajudando a controlar o calor e facilitando o movimento dos atletas. A trama do tecido Nike Dri-FIT “burnout” mesh é mais aberta ou fechada em cada parte da peça, dependendo da necessidade de mais suporte ou ventilação para o corpo do atleta.

"Ao extrair o suor e manter o corpo frio por mais tempo, os jogadores se sentem mais confortáveis”, disse Martin Lotti, diretor criativo da Nike Futebol.

Além de manter os jogadores secos, a Nike está utilizando a nova tecnologia Double Knit, o melhor Dri-Fit de toda a linha Nike Futebol, que incorpora algodão e poliéster reciclado. Essa tecnologia é o que há de melhor para a absorção de umidade, acrescentando um toque suave e mais agradável.

Até as meias têm ajuste mais fino, específico para o futebol. Zonas de amortecimento no dedão e tornozelo protegem os pontos onde ocorrem os maiores impactos, enquanto o suporte em arco previne que o jogador escorregue. No calcanhar e parte superior, camadas flexíveis evitam enrugamento.

RESPONSABILIDADE E MEIO AMBIENTE

Alinhado com o compromisso da Nike em combinar desempenho atlético e menor impacto ambiental, o uniforme completo é 16% mais leve do que o anterior. Os shorts contam com 100% de poliéster reciclado, enquanto o tecido da camisa tem o mínimo de 96% do mesmo material e 4% de algodão orgânico. Até as meias foram redesenhadas para melhor performance e reduzir o impacto ambiental, sendo criadas com 78% de poliéster reciclado.

Para a confecção de cada uniforme, são recicladas cerca de 18 garrafas plásticas. Desde 2010, a Nike desviou mais de 2  bilhões de garrafas PET de aterros sanitários por meio do uso de poliéster reciclado.

"A incorporação de benefícios ambientais é uma parte fundamental do processo de concepção e desenvolvimento para nós", disse Lotti. "Nós consideramos todos os aspectos da criação do produto em nossa cadeia de fornecimento, incluindo os resíduos, química, e uso da água para criar um uniforme que auxilie os jogadores dentro de campo e seja bom para o planeta."

AJUSTE PERFEITO

Para o desenvolvimento do uniforme foram realizados estudos que identificaram as regiões do corpo dos jogadores com maior nível de tensão durante os jogos, a partir da análise de onde os atletas colocavam mais força. Assim, foram acrescentadas mais resistência e elasticidade para amplificar mobilidade e conforto em áreas como peito, ombros e pernas.

A equipe de designers também utilizou uma tecnologia 3-D de escaneamento corporal. Uma espécie de raio-X do corpo inteiro dos atletas coletou dados completos em relação à anatomia do jogador de futebol. Com esses dados, elaboraram um ajuste atualizado, proporcionando ao corpo um movimento mais natural dentro do uniforme.