Skip to Content

Nike News

Your source for the latest NIKE, Inc. stories

Nike Lança Segundo Uniforme da Austrália

Inspirado no design usado pela seleção que se classificou pela primeira vez para um Mundial há 40 anos, o novo segundo uniforme da Austrália apresenta detalhes no design que refletem o orgulho da história do futebol no país. Elaborado pela Nike, ele também traz o que há de melhor em inovação e tecnologia.

“Já nos acostumamos a ver a Austrália classificada para o Mundial”, diz Martin Lotti, diretor criativo da Nike Futebol. “Esta será a terceira participação consecutiva da equipe, por isso criamos um uniforme inspirado no passado - uma homenagem à primeira vez que a Seleção Australiana Seleção Australiana se classificou para o torneio, em 1974. Ele reflete o espírito de luta e a atitude confiante desse time”. 

A primeira classificação da Austrália, em 1974, na Alemanha Ocidental, foi um feito notável na época. Até hoje os jogadores daquele período são reverenciados como pioneiros e heróis do esporte nacional.

Para homenagear essa história, a equipe de design colocou o brasão australiano dentro de um novo escudo, que reproduz o estampado nas camisas da Copa de 74. Além disso, ela conta com uma gola polo com decote V, moderna e elegante – mais uma referência aos lendários jogadores de 1974. São detalhes que atendem ao desejo expressado pelos jogadores, que queriam “sentir a história do país”.

Já na parte interna, atrás do pescoço, uma etiqueta em forma de flâmula traz o logotipo da Federação de Futebol da Austrália rodeado pela famosa e inspiradora frase: “Nós, os Socceroos, somos capazes de fazer o impossível”. A declaração foi feita por Peter Wilson, capitão do time australiano na Copa de 1974,e usa o apelido dado à Seleção Australiana, uma mistura das palavras Soccer (futebol) e Kangaroo (canguru).

"O conforto e a performance dos jogadores dentro de campo foram os principais pontos levados em consideração no densenvolvimento do uniforme. A referência ao time de 1974 no design do novo uniforme é uma homenagem à herança e história do Socceroos, o que vai nos trazer ainda mais motivação no Brasil", disse o talentoso meia Tom Rogic sobre o novo segundo uniforme.   

Por fim, o novo short também é azul escuro, assim como as meias. Simples e icônico, o calção traz um corte mais estreito e ajustado ao corpo, desenhado especialmente para facilitar os movimentos e aumentar o conforto. Já na parte de trás do calção centralizado surge o tecido de ventilação, marca registrada da Nike, auxiliando no resfriamento do corpo e no controle da umidade.

David Gallop, presidente da federação australiana de futebol, aprovou o design do novo segundo uniforme, que reconhece a importância e os feitos dos heróis da Seleção Australiana de 1974. 

"O design do modelo reserva complementa o principal e permite que os Socceroos enfrentem os melhores do mundo no Brasil com um uniforme que mostra respeito ao passado, mas também reflete o futuro desse ótimo período que a Seleção Australiana vive". 

A camisa chega ao Nike.com e às lojas de todo o Brasil a partir de 3 de abril, apenas na versão para torcedores, ao preço sugerido de R$ 229,90.

No dia 18 de fevereiro a Seleção Australiana lançou o uniforme principal, também inspirado no modelo utilizado em 1974, com evento em Walsh Bay, Sydney. O lançamento contou com a presença de dois jogadores da Seleção, Mark Bresciano e Michael Zullo, do treinador Ange Postecoglou, e de lendas da história do futebol australiano.

REVOLUÇÃO EM RESFRIAMENTO E CONFORTO

A tecnologia Dri-Fit, que extrai o suor do corpo para fora do tecido, para evaporação mais rápida, está presente em toda a peça. A temperatura do corpo, medida em testes que indicaram as áreas de maior aquecimento quando em movimento, é regulada pelas zonas de ventilação. Essas áreas são compostas por pequenos furos cortados a laser, que vão das axilas até o quadril, e garantem que o ar circule para manter o conforto. A trama do tecido Nike Dri-FIT “burnout” mesh é mais aberta ou fechada em cada parte da peça dependendo da necessidade de mais suporte ou ventilação para o corpo do atleta.

"Ao extrair o suor e manter o corpo frio por mais tempo, os jogadores se sentem mais confortáveis”, disse Martin Lotti.

Além de manter os jogadores secos, a Nike está utilizando a nova tecnologia Double Knit, o melhor Dri-Fit de toda a linha Nike Futebol, incorpora algodão e poliéster reciclado, o que há de melhor para a absorção de umidade, acrescentando um toque suave e mais agradável.

RESPONSABILIDADE E MEIO AMBIENTE

Alinhado com o compromisso da Nike em combinar desempenho atlético e menor impacto ambiental, o uniforme completo é 16% mais leve do que o anterior. Os shorts contam com 100% de poliéster reciclado, enquanto o tecido da camisa tem o mínimo de 96% do mesmo material e 4% de algodão orgânico. Até as meias foram redesenhadas para melhor performance e reduzir o impacto ambiental, sendo criadas com 78% de poliéster reciclado. Para a confecção de cada uniforme, são recicladas cerca de 18 garrafas plásticas. Desde 2010, a Nike desviou mais de 2  bilhões de garrafas PET de aterros sanitários por meio do uso de poliéster reciclado.

"A incorporação da sustentabilidade é uma parte fundamental do processo de concepção e desenvolvimento para nós", disse Lotti. "Nosso objetivo é criar um uniforme que auxilie o desempenho dos jogadores e seja bom para o planeta."

AJUSTE PERFEITO

Para o desenvolvimento do uniforme foram realizados estudos que identificaram as regiões do corpo dos jogadores com maior nível de tensão durante os jogos, a partir da análise de onde os atletas colocavam mais força. Assim, foram acrescentadas mais resistência e elasticidade para amplificar mobilidade e conforto em áreas como peito, ombros e pernas.

A equipe de designers também utilizou uma tecnologia 3-D de escaneamento corporal. Uma espécie de raio-X do corpo inteiro dos atletas coletou dados completos em relação à anatomia do jogador de futebol. Com esses dados, elaboraram um ajuste atualizado, proporcionando ao corpo um movimento mais natural dentro do uniforme.